Pistas Submersas (Doggerland #1) - Maria Adolfsson


(Cedido em parceria)
Faro Editorial
2020 - 366 págs
Sinopse: Skoob

Posso dizer que essa é uma sinopses mais que perfeita, deixa o leitor curioso e só revela o necessário do inicio da história. Podem ler sem medo até porque a minha resenha terá outro foco, não pretendo revelar nada que já foi dito na sinopse mas sim meu envolvimento com o livro, com a história e com os personagens ok!?

Sinopse:

"Bem-vindo ao mundo único de Doggerland! Uma nação formada por grande extensão de terras, hoje, a maior parte submersas, das quais restaram apenas três ilhas, localizada em algum lugar entre o Reino Unido e os países nórdicos. É lá que Maria Adolfsson cria o cenário perfeito para uma história arrebatadora.

Na manhã seguinte ao grande festival das ilhas de Doggerland, norte da Escandinávia, a detetive Karen Hornby acorda em um quarto de hotel com uma ressaca gigantesca, mas não maior que os arrependimentos da noite anterior. Na mesma manhã, uma mulher foi encontrada morta, quase desfigurada, em outra parte da ilha. As notícias daquele crime abalam a comunidade. Karen é encarregada do caso, algo complexo pelo fato de a vítima ser ex-esposa de seu chefe. O homem com quem Karen acordou no quarto de hotel... Ela era o seu álibi. Mas não podia contar a ninguém. Karen começa a seguir as pistas, que vão desenrolando um novelo de segredos há muito tempo enterrados. Talvez aquele evento tenha origem na década de 1970... Talvez o seu desfecho esteja relacionado a um telefonema estranho, naquela primavera. Ainda assim, Karen não encontra um motivo para o assassinato. Mas, enquanto investiga a história das ilhas, descobre que as camadas de mistérios daquelas terras submersas são mais profundas do que se imagina."

A tempos eu queria voltar a ler suspenses policiais e foi com os lançamentos da Faro editorial que voltei a esse estilo. Assim que li a sinopse de 'Pistas Submersas' fiquei mega curiosa para conhecer essa detetive e acompanhá-la na investigação desse crime. Confesso que fiz a leitura no mês de março em plena pandemia do corona vírus e acabei não conseguindo dedicar total atenção quanto a história merecia, mas todas as vezes que eu parava para ler minha atenção focava de tal jeito que não conseguia parar de ler. 

A narrativa da autora é bem detalhada, daquelas que faz o leitor imaginar o lugar, os sentimentos dos personagens e tudo que o está envolvendo e por isso o número de páginas aparenta ser demais, mas quando chegamos ao final da história percebemos que cada peça do quebra-cabeça foi mais que importante. Cada personagem, principal e secundários tem seu papel para o desenrolar dessa trama, que tem um final que me deixou de queixo caido, imaginei mil possibilidades, mas nunca passou pela minha cabeça o fim dado pela autora. Caramba!!! Agora fico mais que curiosa para acompanhar mais aventuras da detetive Karen Hornby em Doggerland.

Não posso deixar de destacar que a autora não perdeu a oportunidade de chamar atenção do leitor para a posição das mulheres na policia e em tudo que elas precisam fazer para serem respeitadas e reconhecidas com seu valor profissional. Mas como bem sabemos na prática essa luta está longe de ter um fim, mas como a detetive Karen fez, o importante é não baixar a cabeça, não desistir, fazer um trabalho de qualidade, que mais cedo ou mais tarde seu valor será reconhecido.

Fica a dica de leitura de um suspense policial maravilhoso cheio de reviravoltas e temas da vida social que vale a pena a reflexão. Aproveitem esse isolamento para ler o primeiro livro da série Doggerland da autora sueca que está cada dia conquistando mais fãs, não fiquei fora dessa lista. 

Fonte da imagem G1

"Karen foi sistematicamente deixada de lado quando os casos mais interessantes eram designados, ignorada em reuniões com frequência, ridicularizada porque lhe faltava a experiência das ruas. Ter completado com sucesso seu treinamento policial, passado seis meses em serviço e ser graduada em criminologia pela Universidade Metropolitana de Londres _ nada disso importava em comparação aos anos que seus colegas tinham gasto patrulhando as ruas de Doggerland até criarem bolhas nos pés. 

O fato de Karen, enconrajada pela pergunta direta de um jornalista, ter confirmado que a igualdade de gêneros dentro da força policial de Doggerland deixava muito a desejar não ajudou nem um pouco a aumentar sua popularidade junto a seus superiores. Ela ainda era estudante na academia de polícia quando deu essa declaração, já fazia vinte anos, mas isso não parecia fazer diferença nenhuma. Para o crime de cagar onde você come, nas palavras de Kvarnhammar, não existe prescrição." pág.78

O Lado feio do amor - Colleen Hoover


Editora: Galera Record
2015 - 336 págs
Sinopse: Skoob

Sempre ouvi muitos elogios a escrita e histórias da Colleen Hoover, mas só no inicio desse ano consegui ler 'O Lado feio do amor' e posso dizer que realmente a autora sabe prender a atenção do leitor da primeira a última página. 

A protagonista Tate Collins está de mudança para o apartamento de seu irmão, Corbin, que é piloto e vive viajando, então não vê problema em dividir o apatamento com a irmã. Tate irá se dedicar ao mestrado em enfermagem e trabalhar no hospital da cidade. Ela assim que chega na porta do apartamento do irmão encontra um homem bêbado impedindo sua entrada e logo liga pro irmão desesperada e assustada, mas depois é avisada que deve ser o vizinho e melhor amigo dele, Miles Archer. Mas tranquila ela tenta passar por ele e acaba acordando-o e por fim ele acaba dormindo no sofá da sala do apartamento após chorar e pedir desculpas etc.

Após alguns exclarecimentos no dia seguinte e nos demais dias, algo incontrolável surge entre Tate e Miles, uma atração sexual sem precedentes (meninas para quem gosta de hot, esse livro tem umas cenas de tirar o fôlego, preparem-se!!!). Como nenhum dos dois está buscando nada sério no momento decidem ficar juntos quando for possivel, já que Miles também é piloto e assim como o irmão de Tate não rejeita escala e vive pra trabalhar. Mas já dá pra imaginar que ambos acabarão se envolvendo emocionalmente também mas lutarão como guerreiros para que isso não seja revelado, cada um com seus motivos.

Devido o passado de dor que Miles esconde, ele acaba por impor duas regras a Tate, antes deles começarem a ficar juntos, são elas: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Garanto que a história desse casal é maior do que qualquer coisa que eu pudesse imaginar e o passado de Miles é devastador. Fiquei o tempo todo desejando que ele superasse tudo e se permitisse ter um recomeço. Pedi pra Tate aguentar firme e não desistir desse cabeça dura, mas teve momentos que fiquei morrendo de pena dela. Nossa que livro, daqueles que dá vontade de reler em breve.

Não posso esquecer de falar do personagem do senhorzinho que fica no elevador do prédio, Cap, que figura. Ele foi muito importante pra Tate em muitos momentos, um apoio com quem conversar e se acalmar.

Os capitulos são narrados em primeira pessoa e se revesam entre o presente contados por Tate e o passado contados por Miles, então aos poucos vamos descobrindo tudo que ele passou pra ser como é hoje e como está se relacionando com Tate.

É isso meus amores, leiam e sejam fisgados por essa história cheia de emoções!!!!



"Às vezes é fácil esquecer o quanto você sente saudade de alguém até ver essa pessoa novamente." pág.33

"Assim que ele aparece, perco a guerra. A guerra que eu nem sabia que estava lutando. Não acontece sempre, mas, quando realmente acho um cara atraente, prefiro que seja alguém com quem quero me envolver." pág.36

"É assim quando alguém se sente atraida por uma pessoa. Ela não está em lugar algum e, de repente, está por todo canto, quer você queira ou não." pág.64

"Sentir os lábios dele nos meus é sentir tudo. É viver e morrer e renascer, tudo ao mesmo tempo." pág.79

"É engraçado como as coisas são. Às vezes, não dizer nada fala mais do que todas as palavras do mundo." pág.100

"Deus nos dá à parte feia para que possamos dar valor à parte bonita da vida." pág.148

"As pessoas ficam vulneráveis durante o sexo. É fácil achar que sentimentos e emoções são algo que não são, especialmente quando envolvecontato visual." pág.170


Tudo pelo garoto - Jariane Ribeiro


Autora: Jariane Ribeiro
Adquira Amazon
2020 - 64 págs


Nesse conto maravilhoso de ler a Jariane Ribeiro leva o leitor a pensar primeiro em como é importante se aceitar e se amar, antes de perceber as pessoas especiais que temos ao nosso lado. a partir daí podemos decidir até onde seriamos capazes de ir por amor, estariamos dispostos a enfrentar o que fosse preciso para viver algo especial!? Os protagonistas dessa história são bem jovens mas conseguiram me envolver de tal forma que torci por eles e pela história de amor deles 💗💗💗

Narrado em 1°pessoa por Nick. Ela gosta de Leo, um garoto mais novo de sua escola, ela o nota e percebe que eles lêem sempre os mesmos livros da biblioteca e ela acaba deixando alguns desenhos para ele, o sonho dela é ser ilustradora de livros infantis, por isso sempre treina com os livros que lê. Ela é insegura por se achar gorda e Jota, seu melhor amigo acha um absurdo ela deixar seu sentimento no campo platônico e a incentiva a se declarar.

Nick está fazendo um tratamento psicológico que a ajuda a se enxergar por si mesma, não pelos olhos dos outros. 

Precisamos trabalhar a autoaceitação e se tiver algo que realmente incomode tentar mudar isso de forma saudável. 

Quando Nick começa a se amar, passa a andar de cabeça erguida e então enxergou Leonardo pela primeira vez, porém por ele ser mais novo e ela está praticamente formada  e prestes a sair da escola acreditou que não valeria o risco de talvez levar um fora devido sua aparência.

Mas seu melhor amigo continua a insistir que ela deveria sim se aproximar de Leo.
Apesar de Leo também olhar pra Nick com frequencia, nunca tomou a iniciativa de falar com ela, um dia ela fala com ele e sai correndo, nem parecendo ser mais velha. 

Logo em seguida Leo fala com Nick na biblioteca e acaba lhe presenteando com um cupcake que ele mesmo fez e todos ficam assustados porque Nick tem uma crise alérgica grave e vai parar no hospital. Apesar do susto esse evento serviu para aproximar de vez esse casal, ele sonha em fazer gastronomia, por isso fez o bolinho pra ela (fofo).

Garanto que sempre que eles estão juntos acontece de tudo, de tempestades a confusões na escola.

Tem um capítulo narrado em primeira pessoa pelo Leo que tem um toque todo especial e mega romântico.

Garanto a vocês que a leitura desse conto irá agradar a todos que gostam desse estilo e acontece muitas outras coisas nessa história cheia de emoções e aprendizados viu. Fica a dica pra ler nesse período de isolamento. Conto curtinho que dá pra ler numa tarde rapidinho ok!?


Imagem inspirada no livro Eleanor e Park 

"Para ser sincera, acredito que a maioria das pessoas de dezessete anos estão meio perdidas na vida."

"Eu sou gorda e preciso saber se ele gosta de meninas do meu tipo antes de amarrar meu bode naquela cerca."

"Meu melhor amigo é bem mai corajoso do que eu em todos os aspectos. Ele é negro, gay e completamente assumido para a familia e todos que o veem, Usa unhas colocridas, lápis de olho e roupas com muito mais estilo do que eu seria capaz de descrever."

"É fácil ser gentil com um estranho, mas difícil tratar a si mesma de igual maneira."

"Acho que ele é popular. Provavelmente fica na biblioteca porque gosta e não porque é excluído como a gente."

"Sorrimos um para o outro e a forma como Nicole é tímida me faz ter vontade de beijá-la."

"Mal posso esperar por todos os próximos dias em que poderemos conversar sem a barreira da timidez entre nós."

O que vocês estão fazendo nesse período de isolamento!?


Oi meus amores estou sumida a uma semana, mas é porque essa loucura da Pandemia do novo coronavirus tirou todos nós de nossas rotinas e fomos obrigados a ficar em casa, saindo apenas para o essencial. Muita gente não lida bem com impedimentos e mudança na rotina, além das pessoas que tem ansiendade acabam entrando em crise. Confesso que hoje meu maior terapeuta é a corrida e os treinos de boxe, então eu tive que adaptar minha vida esportiva para um treino em casa enviado pelo professor e isso tem me ajudando a manter o corpo e a mente saudáveis. 

Além disso estou fazendo faculdade de Jornalismo em EAD na Estácio de Sá e confesso que irei para terceira semana de aulas e ainda não entrei no ritmo ideal de estudos, levando em consideração a data das primeiras provas com a metade dos assuntos, já estou atrasada, então nas próximas semanas terei que focar total nos estudos.

Nessa loucura toda estou lendo 'Pistas Submersas' em parceira com a Faro editorial, um livro de suspense policial muito interessante, mas que tem quase 400 páginas, então aproveito alguns dias e foco na leitura para ver se consigo concluir ainda nesse mês, mas não estou conseguindo ler todos os dias como geralmente eu fazia. Dessa forma ele será a única leitura concluida no mês. As solicitações de março não chegarm devido a pandemia, estão retidas nos correios, meu Deus!!! 


Fonte da imagem e resenha Uma amante literária!!!

No mais estou dando aquela geral no meu apartamento e no da minha mãe, digamos que estou com uma rotina tão cheia que as vezes até esqueço que estamos em isolamento; só lembro quando sinto vontade de reencontrar os amigos e familiares, além de correr na praia ou treinar boxe.

Então acredito que nesse período de isolamento devemos principalmente tentar fazer aquelas coisas que nunca conseguimos devido a correria da vida normal. Então pensem e fiquem bem. Fiquem em casa!!!!


(P.s. Fonte das imagens google)

Deixo aqui também algumas dicas de livros de leitura rápida 
para vocês conhecerem nesse momento delicado:

Link das resenhas com minha opinião:





Te quero - Jariane Ribeiro


Autora: Jariane Ribeiro
Adquira Amazon
2019 - 52 págs.



Vamos a mais uma opinião minha sobre os escritos da Jariane Ribeiro. Não me canso de dizer o quanto gosto do trabalho dela e de como ela me faz querer escrever também, sempre escolhendo temas que conseguem tocar o leitor e com personagens que nos fazem acreditar que tudo foi ou poderia ser real.

Nesse conto narrado em 1° pessoa por Alissa de 24 anos (cabelos lisos e pretos, muito bonita) ela nos conta que enquanto estudava no curso de letras, conheceu Nicolas, um veterano da universidade e se apaixonou perdidamente por ele. Após quatro anos de namoro seu mundo desaba, quando ele termina com ela. Depois parando para pensar ela percebe que o relacionamento nunca foi tão sério para ele quanto foi para ela, ele nem conhecia a família dela, por exemplo.

Ela passou a acreditar que o final do seu namoro tinha lhe trazido uma 'maré de azar' que virou sua vida de 'pernas pro ar'. Ela também foi demitida e por isso acaba aceitando uns bicos que sua melhor amiga pipa (Felipa), dançarina e coreógrafa, lhe consegue para dançar em um clipe. 

Enquanto espera para participar da gravação do clipe, ela conhece o lindo, simpático e humilde Carter e eles se dão bem logo de cara, ela relaxa e após se despedirem vão para seus postos. Para surpresa de ambos, ela vai dançar no clipe onde ele é o astro principal e durante a gravação a química entre eles fica mais que explicita. 



Conversando com Pipa, Alissa descobre que Carter é muito profissional e não costuma se envolver com ninguém do trabalho, então percebe que a conexão deles foi realmente verdadeira. Ele a faz a proposta deles ficarem juntos antes dele sair em turnê, viverem esse momento especial. Será que Alissa se permitirá viver esse momento de superação e descobertas!? Leiam, vale muito a pena, conto curtinho, divertido e empolgante para quem gosta de chicklit e romances hot, uma ótima dica.

Senti que a personagem precisou perder tudo que considerava importante, para poder se redescobrir e se libertar de algumas amarras para se reinventar e estar pronta para recomeçar. Você pode dizer que esse enredo é clichê!? Pode até ser, mas a forma como a Jariane conta a história da Alissa e do Carter é tão envolvente que eles marcam seu lugar no coração e memória do leitor, além de parecerem tão reais que poderiam ser amigos te contando de alguma aventura. Enfim, leiam e descubram por si só o valor dessa história.

Paraíso - Deyse R. Nicoli


Editora: Novo Século
Novos Talentos da Literatura Brasileira
2012 - 397 págs
Sinopse: Skoob


Esse livro está na minha estante a muito tempo e eu sempre namorei ele, mas nunca conseguia iniciar a leitura até que bateu aquele desejo incontrolável de ler e eu disse a mim mesma que dessa vez iria seguir minha vontade. Gente superou total minhas expectativas, sabe aquele livro que te envolve de um jeito que você se sente dentro da história e os personagens parecem reais!? Nossa amei e foi difícil acabar, deixou saudades!!!

Em 'Paraíso' iremos conhecer Débora, uma jovem mulher que passou por um relacionamento abusivo por anos e acabou perdendo muito na sua vida e agora está precisando se reencontrar e recomeçar. E para isso decidiu aceitar um proposta de emprego de professora numa grande fazenda, localizada na pequena cidade de Vila Paraíso, propriedade essa distante e de certa forma isolada, fazendo assim que nenhuma outra professora aceitasse o emprego. Apesar de ter que se afastar da família, ela decide se dar essa chance de recomeçar em um lugar onde ninguém a conhece.

Chegando lá ela já é logo informada que Marcos um dos donos da fazenda não é uma pessoa fácil e ela já fica um pouco assustada. Mas para sua surpresa as outras pessoas da família a recebem tão bem que ela se sente acolhida como alguém da família. Aos poucos Débora vai descobrindo que Marcos também sofreu muito no passado amoroso e familiar, com perdas que ele não soube lidar. Eles sentem uma atração quase que imediata, mas ambos farão de tudo para afastar o outro e essa 'briga de cão e gato' nos renderá cenas homéricas (divertidas ou quentes).

Confesso que lendo esse livro lembrei dos livros da Nora Roberts onde a família é o centro de tudo e a história individual de cada um é importante e desenvolvida. Me senti dentro da história torcendo para um final feliz pra todos. Esse com certeza é daqueles livros que entram pra lista seleta de livros que eu releria se tivesse mais tempo. Quem sabe um dia!!! Eu mega indico 'Paraíso' para todos que gostam de romances com superação e crescimento de todos os personagens, tanto os principais quanto os secundários. Fica a dica!!!

"Mais uma vez, meus pensamentos voaram até ele: o senhor 'Simpatia'. Era impossível não pensar nele. Rude, grosseiro, mal humorado, desagradável e ... tão lindo. Era uma mistura de enlouquecer." pág.60

"Você não pode deixar de ele lhe assustar. É exatamente isso que ele quer. Intimidá-la para que você mantenha distância. Ele não quer que ninguém descubra que por trás daquela armadura ainda existe um ser humano. (...) O homem sensível e gentil ainda está ali em algum lugar." pág.61

"Tudo voltou à minha mente. O cheiro dele. Os olhos. A boca. Um desejo intenso de sentir seus lábios me beijando, suas mãos me acariciando, deixou-me com um calor insuportável, como fogo me consumindo. Desejei que ele gostasse  ao menos um pouco de mim. E que me achasse tão bonita e desejável como eu o achava. E no mesmo instante, me odiei por querer isso. Novamente eu estava deixando um homem dominar minha vida. E isso eu não podia permitir. Não mais." pág. 68

Dicas/outras opiniões:

Leia a resenha da Paloma do Literatura e afins
Leia também a resenha da Rafa do Fascinada por histórias


Fechando o mês - Fevereiro!!!


Eita que fevereiro passou como um furação, com um carnaval no meio que me fez pensar e pensar sobre ir e não ir, sobre querer e não poder ... isso afetou minha concentração e acabei lendo pouco, mas as duas leituras foram ótimas e me senti satisfeita em ter finalizado elas. Já tem resenha dos dois livros aqui no blog ok!? Vamos aos dois livros lidos em fevereiro!!!


Ordem de leitura:

1. A Marcha dos Zumbis #2 - Max Brallier (256 págs.)
2. Invisível - Tarryn Fisher (293 págs.)

Total de páginas lidas: 549 páginas \o/



Estou lendo:

Por ser a nova aposta da editora parceira solicitei e estou lendo e posso garantir que a escrita da autora me conquistou nas primeiras páginas. A autora é sueca e está fazendo muito sucesso no exterior e ela está sendo comparada a Stieg Larson, autor da famosa série Millennium, que eu pretendo pelo menos iniciar esse ano. Em breve resenha aqui =)


Aquisições no Kindle:

Dessas quatro aquisições já li 'Tudo pelo garoto' e gostei muito. Em breve resenha =)
Os demais ebooks são romance de época e estou ansiosa para lê-los.
Ah detalhe, todos nacionais viu!!! Meus amores!!!



Séries (temporadas) concluídas:
3°temporada - Sabrina

Foquei total na terceira temporada de Sabrina que adoro e apesar do clima sombrio da série ela deixou meu mês de carnaval mais animado!!! Achei que essa série fica melhor a cada temporada lançada e nessa Sabrina está mais segura e empoderada 💕💕💕💕💕 


É isso meus amores, esse foi o meu mês de fevereiro. Foi um mês apesar dos pesares bem produtivo \o/ desejo que março seja um sucesso e que seja melhor que fevereiro =) =) =)